Passeando na Sé

Bom Dia!

Considero esse, um dos mais belos postais da Sampa de dantes.
Uma cidade que desapareceu no tempo, ficando apenas essas imagens para relembrarmos de como a cidade era mais humana, ou parodiando um amigo, quando ela era mais gentil.

Que tal um passeio nessa velha e aconchegante Sé?  Numa vida passada, quem sabe não aconteceu...
Que tal um passeio nessa velha e aconchegante Sé?
Numa vida passada, quem sabe não aconteceu…

A direita, a Catedral da Sé. As primeiras discussões na Câmara a respeito da necessidade de uma igreja matriz datam de 1588. O primeiro templo da cidade construído em taipa de pilão (parede feita de barro e palha socados estruturados em toras). Em 1745, a “velha Sé”, como era chamada, foi elevada à categoria de catedral. Por isso, neste mesmo ano inicia-se a edificação da segunda matriz da Sé no mesmo local da anterior. Ao lado dela, em meados do século XVIII levanta-se a Igreja de São Pedro dos Clérigos, ou São Pedro da Pedra, como era chamada carinhosamente pelos moradores da região, devido ao calçamento de pedra que ligava a Sé ao Largo de São de Gonçalo, atual Praça João Mendes. A rua ao lado da igreja, é a rua da Fundição, atual Floriano Peixoto.

Já temos aí bonde e iluminação elétricos. Consultando o “oráculo” da Light, diz que os primeiros postes de luz elétrica foram instalados na Barão de Itapetininga em 1905, depois em 1907 no Triângulo (Direita, XV de Novembro e São Bento). A Light firma contrato como Governo do Estado para iluminar o centro em 1911, só que nesse ano, os dois templos foram demolidos para dar espaço ao alargamento da Praça da Sé e, finalmente, à versão atual da catedral. Então, imagem gira em torno de 1905 a 1910.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Hugo disse:

    No segundo casarão à direita da Igreja de São Pedro dos Clérigos (que tem uma parte escondida pela Igreja da Sé) é onde foi construído o Palacete Germânia, em 1907. E creio que essa rua lateral à igreja seja a Floriano Peixoto, e não a 15 de Novembro. Excelente blog, linda foto!

    Curtir

  2. feherculano disse:

    Hugo, você tem razão.
    Pois o fotógrafo está posicionado na entrada da rua Direita, então a rua ao lado da igreja é a rua da Fundição, atual Floriano Peixoto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s