Dia movimentado

Bom Dia!

Um belo postal de autoria desconhecida, mostra o cotidiano da rua do Rosário, em Santos, por volta de 1920.

1920 - Santos - Rua do Rosário - Carros na Rua - Ebay

A rua do Rosário foi aberta em 1817, começando no Largo do Rosário (atual Praça Rui Barbosa), perto da Igreja do Rosário dos Pretos (que estava ainda em obras naquele ano), e seguia até a Rua Josefina (atual Constituição). Rebatizada em 23/12/1930 como João Pessoa, por exigência dos trabalhadores portuários (que fizeram passeata e chegaram a trocar várias placas denominativas), após o assassinato desse líder político paraibano, a tradicional rua do Rosário era antes conhecida como rua nº 28 e até como Cubatãozinho, por acharem-na parecida com Cubatão na época.
Ligando os dois pólos de urbanização da cidade no século XIX (Valongo e Quartéis, hoje Paquetá), a rua do Rosário se tornou uma das vias de trânsito mais intenso que compõem o Centro santista.

O postal foi encontrado a venda no Ebay e o texto é do ótimo portal, referencia no conteúdo sobre a história santista, Novo Milênio.

P.S.
Na publicação via Facebook, o amigo, Prof. Renato Dotta fez uma observação interessante quanto à informação da alteração do nome da rua nos anos 1930:

Mas gostaria de fazer um comentário. Achei particularmente interessante este trecho do texto do site Novo Milênio, o qual também conheço e saúdo o resgate histórico que eles costumam fazer:“Rebatizada em 23/12/1930 como João Pessoa, por exigência dos trabalhadores portuários (que fizeram passeata e chegaram a trocar várias placas denominativas), após o assassinato desse líder político paraibano (…)”. Achei um pouco estranha essa citada mobilização operária em torno da mudança de nome, já que na data acima, acredito que ruas em todo o país estavam sendo rebatizadas com o nome do falecido candidato a vice-presidente de Getúlio Vargas nas eleições de 1930, sendo que este tinha acabado de subir ao poder na auto-denominada “revolução” de 30. Foi quando, por exemplo, nada menos que a capital da Paraíba, estado-natal do político assassinado, mudou de nome para a denominação atual. Resumindo, o nome da rua deve ter sido imposta pelo governo, e essa história de mobilização operária em torno do nome está, no mínimo, equivocada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s