Baixinho

Boa Noite!

Faz um tempo que ganhei uma coleção de 24 postais da cidade da década de 1970. São diversas vistas, de regiões e editores diferentes.
Um desses editores é a Secretaria do Turismo do Governo Abreu Sodré. É bem provável que série tinha sido lançada com o objetivo de promover São Paulo. Tenho apenas quatro postais dessa série, mas confesso as imagens não tão atrativas assim.
Não tinha reparado bem nessa imagem, o que chamou a atenção nela, foi o baixinho do Palacete Prates ai no meio dessa bagunça. Esse palacete abrigou a Prefeitura e Câmara Municipal e resistiu bravamente até 1971 quando foi demolido para a construção do edifício Mercantil-Finasa, inaugurado em 1974. Abreu Sodré governou de 1967 a 1971, o que nos dá a datação aproximada da imagem.

1970 - Vista Parcial Aérea Anhangabaú - Skyline -  Sec. Turismo - Gov. Abreu SodréPra mais fácil visualização, numerei os edifícios que consigo identificar na foto, confira abaixo:

1970 - Vista Parcial Aérea Anhangabaú - Skyline -  Sec. Turismo - Gov. Abreu Sodré Legenda

1. Edifício Mercúrio e o famoso “treme-treme”, o edifício São Vito. Na avenida do Estado, do lado oposto ao Mercado Municipal. Ambos foram demolidos para a “revitalização da região do centro” e até hoje nada, o terreno tá lá esperando um milagre;
2. Edifício Fernão Dias, fica na cabeceira do viaduto Santa Ifigênia;
3. Mosteiro de São Bento e o Largo São Bento;
4. Edifício São Paulo, sede do Banco do Brasil;
5. Edifício Altino Arantes, o eterno Banespão;
6. Escondidinho, o edifício Martinelli;
7. Edifício CBI-Esplanada;
8. Esplanada Hotel;
9. Theatro Municipal;
10. O protagonista, o Palacete Prates, apesar de já deslocado perante ao entorno, poderia ter “sobrado”;
11. Na penumbra, o edifício Sampaio Moreira, que figurou por breve período, como o mais alto da cidade;
12. Edifício Conde de Prates, construído no lugar do palacete que abrigou o Automóvel Clube, demolido em 1951;
13 Edifício Caio Prado e seu vizinho, Palacete Lutétia;
14. Edifício Barão de Iguape, construído no local do casarão que abrigou a segunda sede do Mappin Stores (o casarão era chamado de “a segunda casa do Barão de Iguape”);
15. A Praça do Patriarca;
16. Edifício Matarazzo, construído para abrigar a central da Indústrias Matarazzo, foi uma agência do Banespa, chamada de “Banespinha”, e hoje funciona a Prefeitura de São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s