Herança da Vovó

Boa Noite!

A herança da vovó e também de São Paulo, é do amigo Renato Alencar Dotta, que compartilhou conosco sua história:

Álbum fotográfico comparativo “Lembranças de São Paulo”, da década de 1950, com ilustrações em formato cartão postal, baseadas em fotos antigas de Militão e de outros fotógrafos. O método é o mesmo do Militão uma imagem antiga de um logradouro, acompanhada de uma então atual do mesmo lugar. Herança da minha saudosa avó materna Maria Eugênia de Souza Alencar (1926-2009), pernambucana que adotou São Paulo.”

A capa do álbum de postais é do Monumento as Bandeiras
A capa do álbum de postais é do Monumento as Bandeiras
O Monumento
O Monumento “das” Bandeiras. A imagem não é do mesmo ângulo, mas só para efeito de comparação 😉

Acredito os postais façam parte de uma série lançada em comemoração ao IV Centenário da Cidade, em 1954, coisa que muito editores fizeram a época. Os postais estão em ótimo estado de conservação e encontram-se ainda na cartela original. Essa série foi lançada pela editora EPAG.

Colocarei as fotos ou os postais nas quais os desenhos foram inspirados (ou o mais próximo possível). Esses postais fazem parte do meu acervo (digital) e suas imagens foram retiradas de sites de leilões.

Praça da Sé em 1862, porém a igreja é a de São Pedro dos Clérigos e a pequena rua a esquerda era a então rua da Fundição, atual Floriano Peixoto.
Praça da Sé em 1862, porém a igreja é a de São Pedro dos Clérigos e a pequena rua a esquerda era a então rua da Fundição, atual Floriano Peixoto.
O desenho se baseou nessa imagem do Largo da Sé em 1892. A foto faz parte do Álbum Comparativo Washington Luiz Vol.2, acervo da Biblioteca Mário de Andrade.
O desenho acima foi baseado nessa imagem do Largo da Sé em 1862. A foto é do Militão Augusto Azevedo e faz parte do Álbum Comparativo Washington Luiz Vol.2, acervo da Biblioteca Mário de Andrade.
A imagem mais próxima que tenho do postal abaixo é essa.  Acredito que a data aproximada dessa imagem 1954/1958. A catedral foi inaugurada em 1954 com as torres ainda inacabadas. Ao lado do palacete Santa Helena, o pequeno edifício foi demolido para a construção do ed. Mendes Caldeira.
A imagem mais próxima que tenho do postal abaixo é essa. Acredito que a data aproximada dessa imagem 1954/1958. A catedral foi inaugurada em 1954 com as torres ainda inacabadas. Ao lado do palacete Santa Helena, o pequeno edifício foi demolido para a construção do ed. Mendes Caldeira. Postal editado por Foto Postal Colombo
A praça da Sé em 1954. Nessa imagem, as torres já aparecem finalizadas, mas isso só ocorreria em 1967. Do lado esquerdo, o Palacete Santa Helena e no final da rua a direita, a Igreja de São Gonçalo,
A praça da Sé em 1954. Nessa imagem, as torres já aparecem finalizadas, mas isso só ocorreria em 1967. Do lado esquerdo, o Palacete Santa Helena e no final da rua a direita, a Igreja de São Gonçalo,
A legenda mostra avenida, mas na época era a Ladeira de São João, 1887. Do lado esquerdo aparece o Hotel Itália-Brasil, local onde será erguido o Martinelli.
A legenda mostra avenida, mas na época era a Ladeira de São João, 1887. Do lado esquerdo aparece o Hotel Itália-Brasil, local onde será erguido o Martinelli.
A imagem original da Ladeira de São João em 1887, de autoria de Militão Augusto de Azevedo e acervo da Biblioteca Mário de Andrade
A imagem original da Ladeira de São João em 1887, de autoria de Militão Augusto de Azevedo e acervo da Biblioteca Mário de Andrade
A avenida São João em imagem da década de 1950. A imagem foi tomada um pouco mais para baixo, em relação ao desenho.  Na esquina onde está o bonde, o Palácio do Correio.
A avenida São João em imagem da década de 1950. A imagem foi tomada um pouco mais para baixo, em relação ao desenho. Na esquina onde está o bonde, o Palácio do Correio. Postal editado por Fotolabor
A avenida São João em 1954. A imagem do desenho foi tomada um pouco mais para cima da foto que usei como comparativo. Nesse desenho aparece Martinelli do lado esquerdo, o edifício do Banco do Brasil em construção do direito e mais abaixo o Palácio do Correio.
A avenida São João em 1954. A imagem do desenho foi tomada um pouco mais para cima da foto que usei como comparativo. Nesse desenho aparece Martinelli do lado esquerdo, o edifício do Banco do Brasil em construção do direito e mais abaixo o Palácio do Correio.
O Vale do Anhangabaú e o recém inaugurado Viaduto do Chá, em 1897.
O Vale do Anhangabaú e o recém inaugurado Viaduto do Chá, em 1897.
Vale do Anhangabaú e o Viaduto do Chá em 1897, em fotografia de Guilherme Gaensly.
Vale do Anhangabaú e o Viaduto do Chá em 1897, em fotografia de Guilherme Gaensly.
Essa é a imagem mais próxima que tenho. O Anhangabaú, mas já na segunda metade da década de 1950.   Nessa imagem, vemos o edifício Conde de Prates, no desenho, está apenas o terreno do velho palacete.
Essa é a imagem mais próxima que tenho. O Anhangabaú, mas já na segunda metade da década de 1950.
Nessa imagem, vemos o edifício Conde de Prates, no desenho, está apenas o terreno do velho palacete.
O Vale do Anhangabaú. Apesar de mostrar 1954, a imagem é anterior, pois mostra o terreno onde funcionou o Palacete do Automóvel Clube ainda vazio. O edifício Conde de Prates foi erguido nesse local, e inaugurado em 1955. Vemos ainda do lado esquerdo o edifício Alexander Mackenzie e o edifício CBI-Esplanada. Do direito, o Matarazzo, o Sampaio Moreira, o palacete Prates da Prefeitura, o Clube Comercial, o palacete Guanabara e o Viaduto Santa Ifigênia. Os mais altos são o Martinelli, o Banco do Brasil e o Altino Arantes.
O Vale do Anhangabaú. Apesar de mostrar 1954, a imagem é anterior, pois mostra o terreno onde funcionou o Palacete do Automóvel Clube ainda vazio. O edifício Conde de Prates foi erguido nesse local, e inaugurado em 1955. Vemos ainda do lado esquerdo o edifício Alexander Mackenzie e o edifício CBI-Esplanada. Do direito, o Matarazzo, o Sampaio Moreira, o palacete Prates da Prefeitura, o Clube Comercial, o palacete Guanabara e o Viaduto Santa Ifigênia. Os mais altos são o Martinelli, o Banco do Brasil e o Altino Arantes.
A avenida Rangel Pestana em 1919. Das imagens dos postais, essa é o único desenho que não possuo a foto original ou similar para comparação.
A avenida Rangel Pestana em 1919. Das imagens dos postais, essa é o único desenho que não possuo a foto original ou similar para comparação.
O
O “skyline” paulistano visto do Parque Dom Pedro II, editado por Foto Postal Colombo
Nessa imagem, acho que não tinha nada mais interessante ou bonito da avenida, então colocaram a vista dos prédios do centro, vistos da avenida Rangel Pestana.  Essa é a visão que se tem já das proximidades do Parque Dom Pedro II.
Nessa imagem, acho que não tinha nada mais interessante ou bonito da avenida, então colocaram a vista dos prédios do centro, vistos da avenida Rangel Pestana. Essa é a visão que se tem já das proximidades do Parque Dom Pedro II.
O então Largo dos Curros (Praça da República somente após 1889).
O então Largo dos Curros (Praça da República somente após 1889).
O Largo dos Curros, atual Praça da República em imagem do final do século XIX.
O então Largo dos Curros (Praça da República somente após 1889).
1950 - Praça da República - Foto Postal Colombo - Delcampe Editado
A Praça da República em vista da década de 1950 em postal editado pela Foto Postal Colombo
A Praça da República em 1954. Notem que a representação é bem semelhante a do postal da direita.
A Praça da República em 1954. Notem que a representação é bem semelhante a do postal da direita.
Vista do Anhangabaú. Na imagem vemos no canto esquerdo o edifício Alexander Mackenzie, o Viaduto do Chá e o edifício CBI-Esplanada. Postal editado por Foto Postal Colombo. Quanto ao monumento, não sei o nome da obra e não me recordo de ter visto por lá.
Vista do Anhangabaú. Na imagem vemos no canto esquerdo o edifício Alexander Mackenzie, o Viaduto do Chá e o edifício CBI-Esplanada. Postal editado por Foto Postal Colombo. Quanto ao monumento, não sei o nome da obra e não me recordo de ter visto por lá.
A outra capa do talão de postais. A vista do Anhangabaú. Na imagem vemos no canto esquerdo o edifício Alexander Mackenzie, o Esplanada Hotel e o edifício CBI-Esplanada
A outra capa do talão de postais. A vista do Anhangabaú. Na imagem vemos no canto esquerdo o edifício Alexander Mackenzie, o Viaduto do Chá, o Esplanada Hotel e o edifício CBI-Esplanada
Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Grandes e belas recordações do antigo Sqampa. Parabéns pela iniciativa.

    Curtir

  2. Arlete Dotta disse:

    Interessantíssimo poder ver São Paulo por este ângulo “antes / depois”. Adorei!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s